Gustavo Augusto de Ataíde Souza (2009-2013)

Mais perto do associado

Filho de empresário, Gustavo Augusto de Ataíde Souza se destacou ao promover homenagens aos presidentes que contribuíram com o sucesso da história da Aciapi. Ele também lutou pela instalação do Centro de Internação de Adolescentes (CIA) e buscou a aproximação com os associados.

AÇÕES DE SEGURANÇA – Durante seu mandato, a Aciapi teve uma participação decisiva no ordenamento da segurança pública de Ipatinga, como, por exemplo, a instalação do Centro de Internação de Adolescentes (CIA) em uma área do estado, ao lado da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil. Era uma fase em que todos, comerciantes e Associação de Moradores do Centro, procuravam soluções para o grande contingente de pessoas que se aglomeravam em um imóvel abandonado, a Cracolândia, bem ao lado da associação comercial.

DESCENTRALIZANDO – A Aciapi Itinerante foi um projeto de sucesso. Descentralizou as ações da associação levando os serviços até os centros comerciais dos bairros. “Participei como diretor de outra entidade segmentada que mostrava que o interior sempre ficou esquecido diante das principais decisões. Na Aciapi havia uma necessidade de levar informações para os associados, principalmente dos bairros, então decidimos fazer um diagnóstico e descobrimos que poderíamos estar mais próximos aos sócios”, disse.

VALORIZAÇÃO DO PASSADO – Gustavo Augusto de Ataíde Souza teve grande preocupação com os presidentes que passaram pela Aciapi. “A ideia era homenagear ainda em vida aqueles que deixaram boas marcas na entidade. Iniciamos uma série de homenagens com a reforma do auditório e depois passamos para as salas de treinamento. Outros presidentes seguiram nossos propósitos. Faço parte de uma geração de filhos de pioneiros, com muito orgulho, e a valorização do passado é importante”, afirma.

SUCESSÃO FAMILIAR – É um orgulho ter sucedido a liderança do meu pai, Ronaldo de Souza, na família. Ele trabalhou muito pela cidade, não só pelo dinamismo de seus negócios empresariais, mas em outras áreas de atuação. A Faculdade de Medicina, o serviço de BIP (que deixou de existir com o advento do celular), o provedor de internet, os órgãos de comunicação, a instalação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), os postos de combustíveis, foram empreendimentos que tiveram sua participação empresarial na cidade. A maior lição que aprendi com meu pai foi em uma entrevista que ele concedeu: “Ninguém sonha com coisas fáceis, só com dificuldades”, lembra.

RESPEITO AO PASSADO – Para Gustavo Augusto de Ataíde Souza, os jovens que assumiram a direção da Aciapi nos últimos anos honram e respeitam aqueles que participaram da história da entidade. “Cada um procura investir em algo que considera moderno. Comigo houve uma aproximação com o setor produtivo da área industrial, que passou a ter uma interlocução maior com a entidade. É um legado, sem dúvida. Não é fácil você fazer muita coisa em momentos de crise. A participação ativa dos empresários de Ipatinga é um grande diferencial da Aciapi”, acredita.



Cadastre-se para receber nossas informações

Fique informado sobre notícias, promoções, cursos, eventos, palestras e muito mais...
CADASTRAR
close-link