Wander Luis Silva (2005 a 2009)

Renovação e juventude

Integrante da primeira geração de filhos de empresários pioneiros que assumiram a presidência da Aciapi, Wander Luis Silva chegou ao cargo com disposição e juventude, pronto para renovar. Entre os seus anseios, a busca por associados, melhorias no SPC e a ocupação da sede própria por parceiros da entidade.

QUEBRANDO PARADIGMAS – “Temos que agradecer aos presidentes anteriores, principalmente o Valter Oliveira, que incentivou o processo de renovação na entidade. Fui convidado para participar da diretoria, e junto comigo chegou uma geração de filhos de pioneiros locais. A resistência é comum quando há quebra de paradigma. Cheguei no momento da criação da primeira diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas de Ipatinga (CDL), que passou a trabalhar junto aos lojistas”, resume.

EXPERIÊNCIA NA CDL – Wander Luis Silva foi o terceiro presidente da história da CDL, o que lhe proporcionou uma experiência significativa para tormar-se, posteriormente, presidente da Aciapi. “Quando assumimos, o momento foi de consolidar também o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Logo no início do trabalho, a preocupação era com a adesão de novos associados. Instituímos o projeto Síndicos de Rua, em que cada rua de Ipatinga tinha um lojista associado que ficava encarregado de ouvir as demandas entre os associados”, lembra.

PARCERIAS FORTES – Na visão de Wander Luis, os presidentes que passaram pela Aciapi deixaram uma estrutura maravilhosa para os comerciantes. Mas havia dois andares ociosos no Centro Empresarial, e que foram ocupados por outros parceiros, como o Minaspetro, Comtur, a Fundação Brasileira de Xadrez e o CIEE. A ideia era fortalecer os serviços que a entidade prestava à cidade, funcionando em um único local.

RECONHECIMENTO ESTADUAL – Durante o mandato de Wander Luis Silva ele conseguiu uma aproximação maior da Aciapi com a Federaminas. “Era uma necessidade levar o nome da entidade para outros cantos de Minas Gerais. A Federação tem associados em todas as regiões do estado. Com esse trabalho, criamos a independência e o fortalecimento de outras associações. Mas vimos que era preciso renovar a Federaminas, que só tivera, até então, presidentes da capital. Visitamos mais de 160 cidades e vencemos a eleição contra o grupo de Belo Horizonte, e assim tornei-me o primeiro presidente da Federação das Associações Comerciais de Minas Gerias, a Federaminas, vindo de uma entidade do interior”, conta.

APOSTA NO ASSOCIATIVISMO – “A Aciapi significa tudo para mim. Estou com 44 anos de idade, e por 20 anos me dediquei à entidade, apostando no associativismo e no bem comum. A associação comercial tem algo que poucas entidades de Ipatinga conquistaram até hoje: a união. Há uma alternância de poder, sem continuísmo, e cada presidente que chega ao comando da Aciapi tem liberdade para colocar seu projeto em prática, sempre ouvindo os associados mais experientes”, pondera.



Cadastre-se para receber nossas informações

Fique informado sobre notícias, promoções, cursos, eventos, palestras e muito mais...
CADASTRAR
close-link