fbpx

Ação de combate ao comércio clandestino é apoiada pela Aciapi e CDL de Ipatinga

O presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi), Cláudio Zambaldi, e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), José Carlos de Alvarenga, destacaram a ação de combate ao comércio clandestino, realizada pela administração de Ipatinga, na sexta-feira (17).

A fiscalização foi realizada próximo ao Centro Comercial do Cariru, visando proteger os empreendedores regularmente estabelecidos em Ipatinga e também o desrespeito ao Código Municipal de Posturas.

Um vendedor de móveis rústicos teve suas mercadorias apreendidas por fiscais da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma). Ele já havia sido abordado nessa semana e orientado a desocupar o espaço, conforme informou a assessoria da gestão municipal.

O presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, pontua que a ação da administração de Ipatinga, a pedido do prefeito Nardyello Rocha, está combatendo o velho comércio irregular, de pessoas vendendo móveis, prejudicando o empresariado local, de forma desleal, pois não traz riquezas para Ipatinga e nem impostos.”Parabenizamos a prefeitura municipal por essas ações. Que continuem sendo praticadas, anulando essa situação. Essas pessoas não deixam nada aqui. Que o poder público pratique essa fiscalização também nos centros comerciais, anulando também os camelôs. A aciapi aplaude esse tipo de atitude por parte de um gestor”, salientou

Já o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Ipatinga (CDL), José Carlos de Alvarenga, disse que a CDL de Ipatinga apoia a atitude tomada pelo governo, retirando das rua os vendedores ambulantes de móveis.

“Essa atitude sempre foi uma de nossas bandeiras, pois esse tipo de atividade pratica uma concorrência desleal com quem está regularmente estabelecido. Esperamos que estas ações sejam contínuas e que elas se estendam para as portas dos nossos comércios”, vislumbrou.