fbpx

Aciapi e CDL de Ipatinga reforçam importância das medidas de prevenção ao coronavírus

O Comitê Extraordinário Covid-19 do Estado anunciou, na quarta-feira (18), que quatro macrorregiões de Saúde mineiras vão regredir para fases mais restritivas do Programa Minas Consciente. Com a decisão, as regiões Nordeste e Leste passam para a onda vermelha – onde somente os serviços essenciais estão autorizados a funcionar. Já as regiões Leste do Sul e Sudeste retornam para a onda amarela. A região do Vale do Aço permanece na onda amarela.

Conforme o presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi), Cláudio Zambaldi, essa regressão das regiões Nordeste e Leste para a onda vermelha demonstra que o coronavírus ainda não foi embora e que as medidas preventivas devem ser mantidas pela população. “Diante desse cenário, os comerciantes e prestadores de serviços precisam reforçar seus cuidados contra o coronavírus dentro seus estabelecimentos. Não podemos deixar que essa situação epidemiológica piore em nossa região, senão pagaremos a conta mais uma vez, ficando com o comércio fechado. Por isso, peço que cada empresário tome os devidos cuidados dentro do seu estabelecimento, como uso de máscara, higienização do balcão, distanciamento social, higienização de superfícies e dentre outras medidas, além de incentivar seus funcionários e seus clientes a tomarem cuidado”, afirmou.

Período natalino
O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga, Amaury Gonçalves, também destacou que a data comemorativa mais importante do ano para o comércio, que é o Natal, está se aproximando, sendo mais um motivo para que todos os cuidados continuem sendo mantidos para que o cenário epidemiológico na região não piore drasticamente. “Temos que continuar aptos a trabalhar com as portas abertas. O Natal será uma oportunidade para muitos lojistas recuperem os prejuízos financeiros que tiveram nesse ano. É uma data aguardada por muitos de nós. Por isso contamos com a contribuição de todos para que possamos melhorar o cenário atual da região e avançarmos para a onda verde do Minas Consciente”, concluiu.