Conselho da Mulher Empreendedora inicia a campanha Outubro Rosa 2018

Neste mês, o Conselho da Mulher Empreendedora da Aciapi-CDL de Ipatinga (Cmeaci) realiza a campanha Outubro Rosa. Durante todo o período diferentes ações serão feitas com objetivo de conscientizar a população, e em especial mulheres, para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama.

A presidente do Conselho, Marilane Santos, reitera a importância da campanha. “Nós preparamos uma programação bem diversificada e que pretende ter como protagonistas as mulheres que venceram ou estão em tratamento do câncer de mama. Precisamos ficar atentas com esta doença que tem cura, mas que pode ser complicada se descoberta tardiamente”, alerta Marilane.

Programação

A abertura da 7ª edição da campanha será com um bate-papo sobre a qualidade de vida e troca de experiências entre as mulheres que venceram ou que estão em tratamento contra o câncer. O encontro será realizado nesta quarta-feira (3), às 8h30, no auditório Maurício de Andrade Guerra, na sede da Aciapi-CDL de Ipatinga.

No dia 4 de outubro (quinta-feira) às 19h30, uma missa especial será celebrada na Igreja Católica do bairro Caravelas, localizada na rua Icó.

Como já virou tradição no Outubro Rosa do Cmeaci, será realizada a exposição fotográfica “Superpoderosas: superando o câncer de mama”, com lançamento no dia 10 (quarta-feira) às 17h, no Shopping do Vale do Aço. A exposição, que contará com 30 modelos, tem o objetivo de homenagear as mulheres que estão em processo de tratamento da doença e outras que venceram este grande desafio e retornaram à rotina normal da vida.

O conselho também iluminará com a cor rosa estabelecimentos comerciais, faculdades e hospitais em referência à campanha.

Parcerias

Em todas as edições o Outubro Rosa Cmeaci conta com diversos parceiros. Um desses colaboradores é o fotógrafo Tailles Heliodoro, responsável pelas belas fotografias da exposição. Para o profissional, participar da campanha é sempre uma experiência positiva.

“Participo do projeto por saber que com meu trabalho posso fortalecer a auto-estima dessas mulheres e fico imensamente feliz em poder conseguir tirar sorrisos, promover momentos de afeto, troca de experiências e a possibilidade de mostrar que fotografar é poder ver com o coração e não somente com os olhos”, destaca Tailles.

“Fotografar essas mulheres é uma forma que eu encontro de me enxergar no outro, de ser solidário com a dor e a experiência pela qual elas estão passando. Essa é a segunda vez que participo e admiro cada vez mais essas mulheres que com sua força me ensinam lições de vida as quais sou muito grato e que vou levar para sempre”, completa o fotógrafo.



Cadastre-se para receber nossas informações

Fique informado sobre notícias, promoções, cursos, eventos, palestras e muito mais...
CADASTRAR
close-link