Ipatinga fecha mês de abril com saldo positivo na geração de empregos

No mês de abril, Ipatinga foi o município que mais gerou contratações formais na Região Metropolitana do Vale do Aço (RMVA). Com novas pessoas contratadas com carteira assinada, o mês foi fechado com um saldo positivo de 315 empregos.

Os números são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), que foram divulgados esta semana pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Os dados foram repassados a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) pelo coordenador de estatística e de pesquisa do Observatório das Metropolizações Vale do Aço do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) campus Ipatinga, geógrafo William Passos.

Ipatinga foi líder de formalizações devido ao seu comércio e, sobretudo, um setor de serviços que é mais forte se comparado ao dos outros municípios da região.

Avanço
Para o presidente da Aciapi, Luís Henrique Alves, o aumento de formalizações demonstra um avanço no desenvolvimento econômico. “Sabemos como o setor de serviços é uma atividade econômica influente para um município. Ele também é responsável por alocar uma importante parte da mão de obra. Espero que, a cada mês, novas oportunidades surjam. Com um forte mercado de trabalho, Ipatinga será ainda mais atrativa para a classe empresarial e trabalhadora”, aponta.

Já o presidente da CDL de Ipatinga, Cláudio Zambaldi, destaca que se sente muito satisfeito pelo destaque que o município teve na geração de empregos CLT. “Quando falamos de trabalho, falamos de uma das principais fontes de distribuição de renda de uma cidade. Gerando cada vez mais contratações, podemos fazer com que haja mais poder de compra e também uma melhor qualidade de vida”, afirma.