Pesquisa: quase metade dos brasileiros tem ou quer ter um negócio; veja mais números

Segundo a pesquisa Monitor Global de Empreendedorismo (Global Entrepreneurship Monitor – GEM) 2023, realizada pelo Sebrae em parceria com a Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas (Anegepe), no ano passado, o Brasil somou 90 milhões de empreendedores ou candidatos a empreendedores.

Deste total, 42 milhões são de pessoas adultas, com idades que variam entre 18 e 64 anos, que, em 2023, já tinham um negócio ou fizeram alguma ação visando ter um negócio no futuro. Já os outros 48 milhões, não têm empreendimento, mas que gostariam de ter em até 3 anos.

Ter o seu próprio negócio, inclusive, é o terceiro dos 15 principais desejos dos brasileiros, perdendo apenas para “viajar pelo Brasil” e “comprar a casa própria”. Além disso, 65% das pessoas conhecem um empreendedor e que quase dois terços têm confiança em suas habilidades, experiências e conhecimentos para empreender.

Com esse resultado, segundo o relatório 2023 da GEM, o Brasil mantém a 2ª maior estimativa absoluta com relação aos empreendedores potenciais, ficando atrás apenas da Índia, que possui 106 milhões de empreendedores potenciais. É importante lembrar que o país asiático possui 1,4 bilhão de habitantes, contra 203 milhões brasileiros.

Quando o assunto é a taxa total de empreendedores – como é chamada a porcentagem em relação à população – o Brasil ocupa a 8ª posição, com 30,1% da população adulta envolvida com o mundo dos negócios. Estão à frente os países Equador, Guatemala, Arábia Saudita, Chile, Panamá, Tailândia e Uruguai.

Com informações de Administradores e Agência Sebrae