Centros comerciais terão policiamento reforçado durante horário especial do Dia dos Namorados, em Ipatinga

Nesta segunda (11) e terça-feira (12) os estabelecimentos comerciais de Ipatinga funcionarão em horário especial para atender os consumidores que deixaram para comprar os presentes do Dia dos Namorados na véspera. Na segunda-feira, as lojas estarão abertas até às 21h, na terça o horário comercial vai até 20h.

Para que os clientes possam desfrutar da experiência de compra  com segurança no período noturno, a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga solicitaram às autoridades da Polícia Militar um reforço na segurança durante os dois dias.

Foram encaminhados ofícios ao comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, Ten. Cel. Juliano Fábio de Lemos Dias e ao comandante da 82ª Cia de Polícia Militar, Ten. Geraldinho da Silva com pedido de policiamento ostensivo em todos os centros comerciais de Ipatinga.

O presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, afirma que as entidades buscam na parceria com a PM o bem-estar e segurança de todos. “Todo horário estendido nós fazemos esta solicitação, afim do cliente se sentir protegido para fazer suas compras e também dos funcionários estarem tranquilos para desempenharem o trabalho e melhor atendimento possível”, pontua Cláudio.

Para o presidente da CDL de Ipatinga, José Carlos de Alvarenga, os horários especiais contemplam consumidores que não possuem condições de fazerem as compras no expediente normal. “Com as lojas abertas até mais tarde, aqueles que não tiveram prazo para escolher o presente poderá fazer nesta segunda ou mesmo na terça. Com a presença garantida da polícia, nos dá uma tranquilidade ainda maior para trabalhar”, destaca José Carlos.

Expectativas para as vendas

O Dia dos Namorados deve levar 62% dos brasileiros às compras. A partir de uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais, estima-se que aproximadamente 93,5 milhões de brasileiros devem presentar alguém neste 12 de junho, o que deve injetar aproximadamente 15,6 bilhões de reais na economia.

Dados da sondagem ajudam a derrubar o estigma de que casais deixam de se presentear após o casamento. Quando a pesquisa investiga quem será a pessoa presenteada, o esposo ou a esposa aparecem em primeiro lugar, com mais da metade das respostas (64%) ― sendo a intenção de presentear maior entre os homens (69%). Em segundo lugar no ranking dos mais presenteados, aparecem os namorados (30%) e, na sequência, os noivos (5%).

De modo geral, a pesquisa mostra que a maior parte (36%) dos entrevistados deve gastar a mesma quantia que no ano passado, enquanto 21% projetam desembolsar mais e 17% pretendem diminuir o valor gasto. Em média, o consumidor brasileiro deve desembolsar R$ 166,87 com os presentes do Dia dos Namorados.

Neste ano, os presentes mais procurados por quem vai presentear devem ser as roupas (41%), perfumes ou cosméticos (34%), calçados (22%) e jantares (18%). Completam o ranking os bombons e chocolates (17%) e acessórios, como bijuterias, cintos, óculos e relógios (17%). Outras opções de presentes que os entrevistados consideram fazer na tentativa de economizar nos gastos são fazer um jantar romântico (49%), um café da manhã (32%) e passeio ao ar livre no final de semana (24%).



Cadastre-se para receber nossas informações

Fique informado sobre notícias, promoções, cursos, eventos, palestras e muito mais...
CADASTRAR
close-link